domingo, 18 de janeiro de 2015

Quadros da Mitologia de Eneida e n'os Lusíadas


A 16 de janeiro de 2015 exaltou-se, uma vez mais, as armas e os homens ilustres das epopeias de Homero, Vergílio e, posteriormente, Camões. A terceira atividade que integra o projeto «Carpe Scholam!», palestras dinamizadas pelo Grupo de Estágio de Latim com a colaboração de professores do Instituto de Estudos Clássicos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, intitulou-se «Quadros da Mitologia da Eneida e n’Os Lusíadas».
Os alunos que se encontravam na Sala Polivalente da Escola Básica Infante D. Pedro, particularmente turmas de nono e de décimo anos de escolaridade, deleitaram-se com a prosa dos professores doutores Delfim Leão e José Luís Brandão. O tema da atividade suscitou o tratamento dos seguintes tópicos: principais características e figuras da Mitologia Greco-Latina e abordagem da Eneida, também, segundo a perspetiva da Mitologia, estabelecendo pontes frequentes com Os Lusíadas. Os convidados finalizaram a sessão com uma versão musicada de uma estância da obra que canta «o peito ilustre lusitano». As cordas das guitarras dos palestrantes gemeram a tristeza do poeta face ao incumprimento de Portugal.
           
No mais, Musa, no mais, que a lira tenho
Destemperada e a voz enrouquecida,E não do canto, mas de ver que venho
Cantar a gente surda e endurecida.
O favor com que mais se acende o engenho
Não no dá a pátria, não, que está metida
No gosto da cobiça e na rudeza
Duma austera, apagada e vil tristeza.


Pelo grupo de estágio de Latim

Sem comentários: